• Colégio Curupira difusão

Internet Segura para seus filhos - Ensine seus filhos sobre privacidade


SUA PARTICIPAÇÃO É MUITO IMPORTANTE!

Ensine seus filhos sobre privacidade

Converse com seus filhos sobre a importância de manter a privacidade e que informações pessoais, como endereço residencial e escola onde estudam, não devem ser compartilhadas. Oriente-os para selecionar o círculo de amigos nas redes sociais, não aceitando pessoas desconhecidas ou não muito próximas. Ajude-os a configurar o perfil para que as postagens sejam privadas, de forma que apenas os amigos consigam acessar. Ainda assim, eles precisam saber que a rede é pública e não tem como controlar quem é o amigo do amigo do conhecido... que também poderá ver, salvar o que for publicado e usar amanhã ou daqui a 5 anos. Converse também sobre a necessidade de proteger a privacidade de outras pessoas, não passando informações, como onde trabalham ou coisas que compraram, e nem postando sem autorização fotos e vídeos em que outras pessoas aparecem.

E sobre a privacidade das crianças, é adequado os pais terem as senhas e monitorarem o que elas fazem? A resposta a essa questão é bastante polêmica e particular. Quando você era criança provavelmente não gostava que mexessem nas suas coisas ou ouvissem suas conversas mas, por outro lado, a exposição aos riscos talvez não fosse tão grande quanto é agora. Assim como deve ter acontecido com você, a confiança dos seus pais foi conquistada aos poucos. Deixar que seus filhos naveguem sozinhos é similar a ter a chave da casa – no começo os pais se recusam a entregá-la aos filhos, depois a entregam mas com diversas recomendações, até que, por final, entregam uma cópia e já não se preocupam mais. Enquanto que, no início, as crianças necessitam de supervisão constante para realizar as tarefas, com o tempo e com orientações, elas passam a ter autonomia e resolvem as coisas sozinhas. Quando e como ocorre essa transição depende do comportamento de cada criança e família.

Cuidado com o cyberbullying

Vítimas de cyberbullying costumam apresentar sintomas como depressão, baixa autoestima, ansiedade, agressividade, medo e sentimentos negativos. Também costumam ter problemas de rendimento escolar e passam a evitar a escola. Fique atento se seus filhos apresentarem esses sinais e tente se informar na escola se algo está ocorrendo. Procure conversar com eles ou estimule para que falem com outras pessoas nas quais vocês confiem, como um irmão mais velho, tio, primo ou professor. Caso algum dos seus filhos venha a cometer cyberbullying você, como representante legal, poderá ser responsabilizado. Ensine-os sobre a importância de respeitar as outras pessoas, para não repassarem e nem criarem conteúdos humilhantes sobre os colegas e que brincadeira tem limite e pode ofender. Faça com que eles tentem se colocar no lugar da vítima e pensem se gostariam que fizessem aquilo com eles.

Fique atento aos limites de idade

Diversos sites na Internet estipulam idade mínima para os seus usuários. Algumas redes sociais, por exemplo, só podem ser usadas por quem tem mais de 13 anos. Quando crianças com idade inferior ao estipulado pelos sites mentem a idade para criar contas, elas ficam expostas a riscos, como o contato precoce com pessoas mal-intencionadas e o acesso a conteúdos considerados indevidos à sua faixa etária. Além disso, os pais podem ser responsabilizados, caso algo de ruim ocorra.

Estabeleça regras

Desde os primeiros acessos estabeleça limites claros de uso da Internet, como após fazer a lição de casa, só nos finais de semana, algumas horas por dia e o horário limite de uso. Observe que de nada adianta criar regras muito rígidas e irreais, pois não há como controlá-las o tempo todo. Mesmo que você use o recurso de Controle Parental (que verá mais adiante) para impor as regras, as crianças podem encontrar formas de burlá- las e elas não terão as mesmas restrições em outros equipamentos, como na escola ou na casa de amigos. Por isso, é importante que as regras sejam previamente combinadas e justificadas, respeitando as necessidades da criança e preservando a sua saúde física e mental.

*

----------------------------------------------------------

Gestão e supervisão dos dispositivos das crianças.

Faça o download da App Qustodio no dispositivo da criança, incluindo smartphones, tablets e/ou desktops.

Aplicação de controle parental grátis na Internet

Pensado para supervisionar, gerenciar e proteger o uso do dispositivo do seu filho em qualquer lugar!

Crie uma conta e proteja seu primeiro dispositivo gratuitamente, para sempre.

Qustodio:

https://www.qustodio.com/pt/

---------------------------------------------------------

*MATERIAL EXTRAÍDO DO SITE: https://internetsegura.br

https://internetsegura.br/pdf/guia-internet-segura-pais.pdf

Produção: CERT.br (Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil) NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) CGI.br (Comitê Gestor da Internet no Brasil)


3 visualizações

© 2017 por Colégio Curupira  Escola particular - Rua Lajeado, nº 1.000 Garopaba - SC - CEP. 88495-000 .

Telefone: 48 3254-6799 e-mail: contato@colegiocurupira.com.br. www.colegiocurupira.com.br

  • Instagram ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • Google ícone social Places